Pascom

 

Pastoral da Comunicação  

“Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda criatura.” (Mc 16,15)

A Pastoral da Comunicação (Pascom) surgiu em resposta à urgente necessidade da Igreja em utilizar e evangelizar pelos meios de comunicação social. Sua pedra fundamental é a carta encíclica Miranda Prorsus (Os maravilhosos progressos), escrita pelo papa Pio XII, em 1957.

Para isso, trabalha em parceria com todas as outras Pastorais divulgando os esforço conjuntos do Santuário e da Arquidiocese através de Jornal, Revista, Rádio, Eventos e Redes Sociais, além de fornecer subsídios suficientes para uma parceria junto a imprensa.

Sendo a Igreja servidora e missionária, a PASCOM – PASTORAL DA COMUNICAÇÃO emerge como um meio para interagir com a comunidade integrando Cultura e Fé, conforme já foi destacado por Paulo VI e João Paulo II.

Este movimento da PASCOM promove a visibilidade das ações da Igreja produzindo o engajamento da comunidade em torno dos valores do Evangelho.

Em 1997, o estudo preparatório para a Conferência Geral da CNBB, cujo tema era “Igreja e comunicação rumo ao novo milênio”, definiu a Pastoral da Comunicação como sendo “a pastoral do ser / estar em comunhão / comunidade. É a pastoral da acolhida e da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária, do planejamento democrático, do uso dos recursos e instrumentos que facilitem o intercâmbio de informações e manifestações das pessoas no interior da comunidade e da sociedade”.

Essa é uma pastoral específica dentro da Igreja, com orientações e documentos do Vaticano e do Pontifício Conselho para as Comunicações, que se ocupa dessa missão. Atualmente, dentro do contexto da CNBB, a Pascom se situa na Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura, Educação e Comunicação Social.

A Pascom oferece formação para o adequado uso e relacionamento com os meios de comunicação ao clero, religiosos e agentes das diversas pastorais e movimentos;

Venha fazer parte da Pascom!!!

Maiores informações:  041 9671-1959

[email protected]